Páginas

fevereiro 15, 2012

Batalha perdida,



Eu segui em frente e dei de cara com o passado de uma história com um começo e meio, mas que nunca teve fim. Eu pensei ter colocado um ponto final, quando tudo na verdade coloquei reticências, e logo em seguida uma vírgula, e outras vírgulas. Agora, invés de a história acabar, começar outro parágrafo. A história está ficando cansativa, tanto que ninguém mais sabe se quer ler.
Neste exato momento, não sei onde estou parada e nem mesmo como tudo andará daqui em diante. O amor é tão confuso quanto à matemática. Eu não sei bem o que quero, nem mesmo o que pretendo fazer com essa bagunça de história pequena, mas cheia de conteúdo.
Nosso amor é algo desejado, mas nunca realizado. Parece até impossível das coisas acontecerem e darem certo, os dias passam e nada muda. Estou te deixando escapar mais uma vez, e mais uma vez estou te deixando ir embora, no entanto, acho que desta vez, se você for nunca mais irá voltar. Chegou a hora de decidir se vai ou quer ficar. Eu considero tudo isso como uma batalha perdida, onde todos lutaram, mas que ninguém ganhou, só perdeu.

Nem sempre eu quis aceitar, o que eu fiz foi escolher sem saber onde andar. Eu me perdi, e não  sei mais como voltar.

@_Luucis
Postar um comentário